quarta-feira, junho 27, 2007

“ Vêde, pois, vestígios de homem.”

Platão ( ou um outro alguém muito espirituoso.)

Quando me pus a considerar um plano de governo justo para mim, que atendesse as minhas necessidades básicas e meus anseios mais primitivos não julguei que fosse uma tarefa difícil e até então nunca havia me dado conta de que nunca antes houvera pensado que estava desgovernada.O que acabo de verificar é que fui negligente comigo. Pois muito bem, agora que institui eleições em mim, vem meu intelecto paralítico com uma plataforma de governo de escandalizar o mais ignóbil dos homens públicos. Não queiram saber o teor de minha constituição, que de tão terrível, senhores, já há uma rebelião em mim. A primeira promessa que me fiz jurava que a cabo de quatro anos eu seria irritantemente feliz, feito em propaganda de refrigerante. Por notar-me grosseira, ou seja, ignorante na arte de bem governar, fui buscar instrução nos escritos de Cícero ( grão-de-bico). Até estas horas me encontro mortificada por me perceber tão vendida. Só não estou em gargalhadas por que não sou dada a estas práticas vergonhosas de se contorcer em público( obviamente que nesta minha empreitada nada de profícuo encontrei. Rendeu-me apenas este texto desmantelado que pretende informar nada). O resto é mais vazio, o vácuo na minha mente.

6 comentários:

Lou Mello disse...

Indiquei seu blog lá na Gruta. Espero que goste. Seu blog me alegra. Embora você não tenha o propósito, acho tudo muito engraçado. Na verdade, a sinceridade é muito engraçada, talvez por ser rara, não sei. Mas, está lá. É seu.

contra disse...

Constituição? Eleições? Promessas de campanhas? Há casos em que a ditadura cai bem, vai por mim... =P

Bar disse...

de minha parte, trata-se de um mero desplano de governo, que quando é [não] que eu penso é mais o [sim] que dá. (a contradição e o destrambelhamento como diretriz vigente) a ditadura que o contrex diz valer a pena do ganso, pra mim nem uma pomba gira pode, em todo caso sigo feito a barata mais aturdida que vc já foi capaz de ver. que é que se há de fazer, hermana?




ps. Senhorito Lou, sou eu a pessoa que mais concorda contigo, por
exemplo, estou em planejamentos de ser muito rica, endinheiramentos fartos, a saber, vou obrigar a menina essa a escrever, escrever, puramente serei uma exploradora, meus homens devidamente armados em sua cabeça, bora bora bora, qualquer coisa, a patroa tá sem nenhum de teus escritos nos últimos quinze minutos, bora, bora e bora. hei de copmprar a fábrica dos cigarros mentolados, e toda uma equipe de prevenção à morte, seguido de uma produção de café em larga escala. por causa dela, acompanhe

Hernan disse...

Maldito bloqueador de blogs interessantes que puseram em meu acesso lá no meu trabalho (trabalho deriva do latim tripaliu que era, naturalmente, um instrumento de tortura). Por causa dele raramente entro aqui.

Por acaso foi conicidência falar de Platão?

Luciano_indignado disse...

passei aqui pra deixar um beijo... .mas pelo visto isso anda meio abandonado!!! eheheheh

mesmo assim, beijos!!!

Lux Luxo disse...

A pois, é um jeito novo de viver.