terça-feira, agosto 15, 2006

Sobre o egoismo.

( Sobre mim mesma) É Bárbara * que me vem atentar. Se lembrou-se de mim, por causa de considerações Schopenhauerianas, acerca do pessimismo, lembrou-se pouco. Sou eu de um otimismo constrangedor, já que cada vez que me dou conta de ser, estou levantando da cama. O que Barbie vai saber agora, enquanto lê este desabafo, é que se concordo com Arthur em alguma vez, será somente quando nego o passado, posto que lá não há ninguém que eu conheça tanto como agora, nem mesmo eu estive lá inteiramente, neste que é passado. Julia ** concordará comigo; Não passo de mera coadjuvante na biografia alheia. E mesmo nestas biografias, os cargos que ocupei, daqui de onde vejo, me parece que sempre estiveram vagos, como agora estão. O futuro, no caso de existir, há de pertencer a Deus somente e eu, bom, só existi hoje. *Bárbara é filósofa e escritora, vivente linda e inteligente. **Julia é psicologa e filósofa, igualmente linda e inteligente.

1 comentário:

Lux Luxo disse...

Mas ando contente com a possibilidade de comer maria mole agora em época de São Cosme e São Damião( ou será São Cosme e Damião?)
No mais, o seguinte, como na bandeira de Venezia: Pax... esqueci.
Que a paz esteja convosco!